Filipe Martins e João Diogo Lopes com dobradinha no Group 1

0

O segundo dia no circuito de Braga foi presenteado com um bonito céu azul, o que veio ajudar ao fantástico ambiente que se sentiu no circuito que tinha na grelha de 29 Group 1, a corrida mais aguardada do dia.

No primeiro confronto, o pelotão da frente contava com 3 Escorts a rodarem colados, com Carlos Dias Pedro / Ricardo Pereira a liderarem e diversas trocas de posição pelo segundo lugar entre Filipe Martins / Diogo Lopes e Fernando Gaspar / Fernando Mayer Gaspar. No entanto, após a janela de troca de pilotos, Filipe Martins / Ricardo Pereira recuperam posições, acabando por terminar a prova em primeiro lugar, vencendo também na categoria H81-2000. Também Carlos Dias Pedro / Ricardo Pereira e Fernando Gaspar / Fernando Mayer Gaspar ocuparam os restantes lugares do pódio.

Na categoria H81-MAX, Luis Sousa Ribeiro venceu confortavelmente, após grande luta com o estreante Jaguar de André Castro Pinheiro, que recuperou posições e assegurou o primeiro lugar na categoria. Seguido de Piero dal Maso / José Carvalhosa em Porsche 924 e André Castro Pinheiro.

Nos H81-1600, vitória para a única mulher em pista, Madalena Gaspar no seu VW Golf GTI, seguida dos vencedores do ano passado Rafael Cerveira Pinto / Luis Pedro Liberal e Manuel Cabral Menezes / João Paulo Matos.

Na categoria Production Cup, para Datsun Ex-Troféu, Tomás Pinto Abreu manteve-se na frente até ter um problema mecânico, com Francisco Freitas a conquistar a sua primeira vitória, seguido de Luis Santa-Bárbara / Manuel Matos e dos estreantes Pedro Reis / Paulo Costa.

A segunda corrida do dia teve bastantes histórias para contar. Fernando Gaspar e Fernando Mayer Gaspar, saídos da 5ª posição da grelha, atacaram os primeiros lugares e assumiram a liderança durante grande parte da prova. No entanto, já no final da prova, Filipe Martins / João Diogo Lopes recuperam bastante tempo, ficando a apenas 4 segundos do líder. Quando se esperava um grande final, o Escort da família Gaspar tem um problema mecânico, com o Escort da Martinho Sport a conquistar uma nova vitória. Destaque para a luta renhida entre o Paulo Vieira em Ford Escort RS 2000 e os 2 Jaguares em pista, de Luis Sousa Ribeiro e André Castro Pinheiro. Sendo que o piloto da categoria H81-2000 foi mais forte e garantiu o 3º lugar da categoria.

Na categoria H81-MAX, foi então Luis Sousa Ribeiro o grande vencedor, seguido de Piero Dal Maso / José Carvalhosa em Porsche 924 e André Castro PInheiro

Nos H81-1600, Madalena Gaspar, a vencedora da primeira corrida, teve alguns problemas iniciais, acabando por deixar a vitória para Rafael Cerveira Pinto / Luis Pedro Liberal, perseguido por Manuel Cabral Menezes / João Paulo Matos, que lideraram a prova até faltarem 2 voltas para o final.

Na Production Cup, Tomás Pinto Abreu conseguiu liderar do inicio ao fim da prova com apenas 1.5 segundos de diferença para o segundo, Francisco Freitas que se envolveu numa forte luta Luis Santa-Bárbara / Manuel Matos.

Nas palavras de Diogo Ferrão, responsável pelo evento “O formato de Mini-endurances, funcionou muito bem nos Group 1, com duas provas muito animadas e muitas trocas de posição ao longo da prova. De destacar o bom ambiente na fantástica grelha que ao longo de 40 minutos não teve problemas de maior. Agora espera-nos a visita “sem pontuações” a Pau, onde pela primeira vez os Group 1 vão poder rodar.”

O Group1 Portugal volta às pistas nos próximos dias 25 / 26 de Maio, em mais um circuito citadino, para o Grand Prix de Pau Historique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.