Sebastien Ogier em segundo lugar na Argentina

0

Sébastien Ogier e Julien Ingrassia tiveram um desempenho consistente ao longo das Especiais encharcadas e lamacentas da primeira Etapa, recorrendo a todo o seu talento competitivo para terminar o dia na segunda posição com o seu C3 WRC, apenas a 11,9s do líder. Enquanto isso, Esapekka Lappi e Janne Ferm escaparam ilesos de uma forte saída de estrada, a qual, contudo, os impediu de voltar ao rali e exibir todo o seu potencial.

Com a forte chuva que caiu em torno de Villa Carlos Paz nos últimos dias, os 145,92 quilómetros da primeira Etapa de sexta-feira caracterizaram-se por constantes alterações nos níveis de aderência em estradas encharcadas, ondem abundavam poças e zonas de águas paradas, provocando enormes banhos de lama ao longo de todo o percurso. O estado das estradas obrigou os pilotos a duplicar o seu esfoço e atenção na leitura do piso, e adaptar constantemente o seu ritmo em função disso. Apesar da primeira passagem pela Especial de Amboy – Yacanto (29,85 km) ter sido cancelada por razões de segurança, esta primeira Etapa superou as expetativas.

Com o 2º lugar obtido na Super Especial de quinta-feira à noite em Villa Carlos Paz, Sébastien Ogier e Julien Ingrassia foram prejudicados pelo facto de serem os segundos a partir para a estrada na primeira Especial, onde a aderência só melhora com a passagem de mais carros pelo percurso. No entanto, os sêxtuplos campeões do mundo elevaram o seu andamento, registando o terceiro melhor tempo e obtendo o segundo melhor tempo ex-aequo na especial seguinte, terminando as passagens da manhã em terceiros à Geral. Nestas estradas rápidas, repletas de pedras incrustadas, confirmaram a sua boa forma a bordo do WRC C3 durante a tarde, ascendendo à segunda posição, apenas a 11,9 segundos dos líderes. Ogier e Ingrassia estão, mais uma vez, muito bem colocados na corrida para a vitória final.

Tendo estabelecido um promissor quinto tempo mais rápido na primeira Especial do dia (ES2), Esapekka Lappi e Janne Ferm foram depois, infelizmente, vítimas de uma saída de estrada na ES3, numa zona de muito baixa aderência “escondida” no fim de uma subida. A dupla alargou a sua trajetória e saiu para a berma da estrada, tendo furado um pneu. Este seu azar fê-los cair para o nono posto, mas a formação escandinava continuava a sua aprendizagem num rali em que participam apenas pela segunda vez. Infelizmente, já na fase final da Etapa, Lappi e Ferm capotaram com alguma violência, mas, felizmente saíram ilesos do seu C3 WRC. No entanto, o mesmo já não se pôde dizer do seu carro, que ficou demasiado danificado, pelo que a jovem dupla finlandesa foi forçada a abandoar o rali definitivamente.

Hoje, sábado, as equipas partem para a Etapa mais longa do fim de semana (146,52 km), tendo pela frente estradas que se prevê serem menos complicadas de negociar do que as de sexta-feira.

O QUE ELES DISSERAM…
Pierre Budar, Diretor da Citroën Racing
“Tendo em conta a que assistimos a incríveis alterações nos níveis de aderência ao longo de todo o dia, estamos obviamente satisfeitos pela segunda posição conquistada pelo Sébastien e pelo Julien no final desta primeira Etapa. O importante agora é termos a melhor preparação possível para a Etapa de sábado, a fim de lhes dar as ferramentas necessárias para continuarem a luta pela vitória. Estamos, no entanto, tristes pelo azar do Esapekka e do Janne, que mereciam bem mais do que isto, e que parece ter acontecido após eles terem furado. O mais importante é que ambos estão bem, e tenho a certeza de que vão ultrapassar esta situação muito rapidamente.”

Sébastien Ogier, Piloto do Citroën Total WRT
“A primeira Etapa do Rali da Argentina é sempre muito complicada e dura. Estou satisfeito por terminar o dia na segunda posição. Foi mais difícil porque fizemos o reconhecimento destas Especiais antes de começar a chover. Lutámos o mais possível e, embora o carro não esteja ainda a 100%, mantemo-nos na corrida pela vitória e tudo está em aberto na liderança do rali. Parece que a segunda Etapa também vai ser muito difícil, provavelmente com nevoeiro no início, o que é habitual nestas Especiais. “

RALI DA ARGENTINA 2019
CLASSIFICAÇÃO GERAL APÓS 1ª ETAPA:

1º Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC) 1:11:13.9
2º Ogier / Ingrassia (Citroën C3 WRC) +11.9
3º Tänak / Järveoja (Toyota Yaris WRC) +13.4
4º Meeke / Marshall (Toyota Yaris WRC) + 28.1
5º Mikkelsen / Jaeger (Hyundai i20 WRC) + 29.4
6º Evans / Martin (Ford Fiesta WRC) + 38.2
7º Sordo / Del Barrio (Hyundai i20 WRC) +41.1
8º Latvala / Anttila (Toyota Yaris WRC) +1:13.6
9º Suninen / Salminen (Ford Fiesta WRC) +1:59.2
10º Østberg / Eriksen (Citroën C3 R5) +6:11.1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.