Citroën lança edição de colecionador “origins” em Portugal

0

Para celebrar o seu Centenário, a Marca Citroën lança uma Edição de Colecionador exclusiva, que abrange diferentes modelos da sua gama: C1, C3, SUV Compacto C3 Aircross, C4 Cactus e Grand C4 SpaceTourer. Cabe ao C3 inaugurar já neste mês de abril, com o lançamento da edição C3 Origins em Portugal, estas versões que prestam homenagem a 100 anos de criatividade e de audácia.

Esta abrangente Edição de Colecionador plena de carácter, mas simultaneamente sóbria e elegante, aposta numa uniformização de estilo comum a todos os modelos, de cores e materiais, com elementos em tom bronze específico, que “piscam o olho” à estrutura dos chevrons, uma assinatura “Origins since 1919” e num ambiente interior específico. Cada modelo conta ainda com equipamentos atuais, inspirados na utilização por parte dos clientes.

No espírito de relembrar a sua história, a Citroën associou uma foto de cada um destes modelos a um modelo histórico que com eles partilham um ponto de contacto: agilidade, personalização, conforto, aventura, o formato berlina ou ainda as viagens em família. Estas propostas históricas estão disponíveis no portal www.citroenorigins.pt.

UMA IDENTIDADE COMUM

Assente em mais de 100 anos de criatividade e elevados padrões de exigência, a Citroën tem sempre honrado o seu legado na reformulação dos códigos do automóvel e na sua reinterpretação. Para celebrar o seu Centenário, a Citroën lança em Portugal uma Edição de Colecionador denominada “Origins”, comum a vários modelos da sua gama atual – C1, C3, SUV Compacto C3 Aircross, C4 Cactus e Grand C4 SpaceTourer.

PERSONALIZAÇÃO INÉDITA

Através desta Edição de Colecionador “Origins”, os citadinos C1 e C3, o SUV Compacto C3 Aircross, a berlina C4 Cactus e o monovolume Grand C4 SpaceTourer surgem valorizados com uma personalização exclusiva a nível exterior e interior, que reflete a história da Marca e assenta numa uniformização em termos de Cores e de Materiais.

Identificáveis ao primeiro olhar, as 5 silhuetas “Origins” distinguem-se, esteticamente, por detalhes específicos:

Cada modelo está disponível em diferentes estilos e nas seguintes cores de carroçaria: Branco, Preto e Cinzento

Esta Edição de Colecionador integra uma personalização exterior “Origins” com elementos gráficos específicos e pormenores em Bronze, numa referência à engrenagem original e uma ponte com o passado. Dentro deste espírito, destacam-se:

  • Decorações nas conchas dos retrovisores exteriores e no vidro de custódia (exceto no Grand C4 SpaceTourer)
  • Um sticker no rebordo da bagageira (em todos os modelos)
  • Um elemento decorativo central de tejadilho específico (no C3)
  • Um Pack Color específico em Bronze nos rebordos dos faróis de nevoeiro e dos Airbump® (no C3 e no C4 Cactus), nos rebordos dos faróis (no C3 Aircross) ou ainda nas jantes de liga leve (no C1)
  • Um sticker “Origins since 1919” nas portas da frente de cada um dos modelos

Outros elementos de estilo diferenciadores: vidros escurecidos (laterais e traseiro) e jantes de liga leve BLACK (exceto no Grand C4 SpaceTourer)

O conceito bi-tom é proposto com um tejadilho Preto (no C1, C3 e SUV Compacto C3 Aircross).

No interior, estas Séries Especiais oferecem um ambiente específico “Origins”:

Apostando na harmonia, o ambiente interior distingue-se por uma seleção de tecidos com pespontos Gold e uma etiqueta “Origins” (no C3, SUV Compacto C3 Aircross e C4 Cactus), uma faixa no painel de bordo em TEP Mistral com pespontos Gold (no C3) e nos tapetes de conforto específicos.

C3 ORIGINS É O PRIMEIRO

A comercialização desta Edição de Colecionador inicia-se em Portugal com o lançamento do Citroën C3 Origins em abril, com os motores 1.2 PureTech de 82 cv S&S CVM (disponível a partir de 17.000€) e 1.5 BlueHDi de 100 cv S&S CVM (disponível a partir de 21.300€). Em abril passam também a estar disponíveis para encomenda as edições Origins do C3 Aircross, C4 Cactus e Grand C4 SpaceTourer. No caso do C1, esta edição será comercializada a partir de maio.

Equipamentos de conforto e segurança atuais, inspirados pela utilização dos clientes:

C3 Origins Edição de Colecionador: baseada numa versão FEEL, esta proposta urbana polivalente surge enriquecida com equipamentos como: Citroën Connect Box com Pack SOS e assistência, Citroën Connect Nav no ecrã táctil de 7”, ar condicionado automático, volante revestido a cabedal, sensores de estacionamento traseiro e jantes de liga-leve 17” Cross Black.

C1 Origins Edição de Colecionador: este citadino criado a partir da versão SHINE conta ainda com: ar condicionado automático, ecrã tátil com Mirror Screen, câmara de visão traseira e jantes de liga leve pretas de 15’’.

C3 Aircross Edição de Colecionador: SUV Compacto desenvolvido a partir da versão FEEL, conta ainda com: ar condicionado automático, ecrã tátil com Mirror Screen, sensores de estacionamento, retrovisores exteriores rebatíveis eletricamente, Citroën Connect Box e Citroën Connect Nav e jantes de liga leve Matrix pretas de 16’’.

C4 Cactus Origins Edição de Colecionador: declinada a partir de uma versão FEEL, a berlina ultraconfortável conta, entre outros elementos, com: ecrã tátil com Mirror Screen, retrovisores exteriores rebatíveis eletricamente, ar condicionado automático, sensores de estacionamento, vidros escurecidos, jantes de liga-leve 17” Cross Black e bancos Advanced Comfort.

Grand C4 SpaceTourer Origins Edição de Colecionador: tendo como base a versão FEEL, o monovolume de 7 lugares completa-se com: apoio de braços central à frente, encostos de cabeça relax e envolventes nos bancos da frente, Pack Park Assist, Ambiente Bien-Être e regulação lombar elétrica dos bancos da frente com função massagem.

UM PISCAR DE OLHO À HISTÓRIA

Esta completa Edição de Colecionador “Origins” apresenta-se como uma oportunidade para celebrar o centenário de uma Marca arrojada e visionária. A Marca optou por associar, numa fotografia, cada modelo da Edição de Colecionador a um modelo icónico da Citroën, com o qual partilha um forte elemento comum. Os modelos históricos podem ser vistos ou redescobertos no site www.citroenorigins.pt.

CITROËN C1 e 2 CV: 100 ANOS DE AGILIDADE

Modelo citadino do qual se vendeu mais de 1 milhão de unidades desde o seu lançamento em 2005, o Citroën C1 é um verdadeiro protagonista da mobilidade urbana acessível. O C1 atrai através do seu novo universo de cores e de materiais e dos equipamentos tecnológicos que o enriquecem. Inspirado pelos clientes e pelos seus estilos de vida, o Citroën C1 facilita a vida no quotidiano, como berlina ou em formato descapotável. Ágil e prático, infiltra-se com facilidade nas cidades, graças às suas dimensões compactas e capacidade de manobra.

É difícil não fazer um paralelo histórico com outro ícone, também ele exemplo de agilidade: o 2 CV da década de 50, símbolo de liberdade. Um “Toute Petite Voiture”, um “guarda-chuva com 4 rodas”, capaz de “transportar um cesto de ovos através do campo sem que se quebre nenhum”, foram alguns dos termos para a definição das suas especificações em 1936, antes de assumir a sua forma final, desvendada no Salão de Paris de 1948, sob o nome de 2 CV. Um modelo lendário que em 2018 comemorou o seu 70º aniversário, depois de uma carreira com um invejável recorde de longevidade, fruto das mais de 5 milhões de unidades produzidas até julho de 1990.

CITROËN C3 e Traction AvanT: 100 anOs DE PERSONALIZAÇão

Berlina polivalente e colorida, o Citroën C3, best-seller da gama com mais de 470.000 encomendas à data, distingue-se pela sua morfologia única, o seu conforto sem compromisso e as suas tecnologias ao serviço do quotidiano. O seu outro poder de sedução reside no seu potencial de personalização, fruto das 36 combinações possíveis, de um exterior que pode assumir 3 tetos bi-tom, aos 4 ambientes interiores, de modo a que cada cliente possa eleger a versão com que melhor se identifique.

Já na década de 30 do século passado era possível personalizar as “rodas piloto” de um Traction Avant, em vermelho, amarelo ou verde. Num outro registo, o modelo Ami permitia 6 propostas gráficas interiores, com o indissociável tema “azevinho” disponível em tom avelã, azul, vermelho ou verde-azeitona. Viram também o dia, nas suas épocas, algumas séries limitadas, garantia de exclusividade em termos de personalização, sendo exemplos o 2 CV Spot (com faixas em laranja e branco), o 2 CV Charleston, (em duas cores vermelho/preto ou amarelo/preto), ou até mesmo o AX KWAY e o seu sucessor SAXO, nos anos 80/90, etc.

BerlinA CITROËN C4 CACTUS e GS: 100 ANOS DE CONFORto

Trazendo, desde há quase 1 ano, um carácter de novidade ao segmento das berlinas compactas, combinando o estilo único do Cactus ao conforto de referência do C4, o C4 Cactus encarna o programa Citroën Advanced Comfort®. Foi este o modelo que estreou na Europa as suspensões de Batentes Hidráulicos Progressivos®, bem como os bancos Advanced Comfort, democratizando o efeito tapete voador.

E se o C4 Cactus faz hoje um convite a viajar, mergulhando os seus ocupantes num verdadeiro casulo, na década de 70 do Século XX foi o Citroën GS a referência neste campo. Foi ele que democratizou a suspensão hidropneumática, acessível a todos. Moderno em termos de estilo em tensão e inteligente pela sua ousada tecnologia, o GS foi consagrado como “Carro do Ano” em 1971. Deu seguimento ao conforto do mítico DS de 1955, o “monarca das estradas”, ou mesmo do seu prestigioso antecessor, o Traction Avant.

SUV CoMPACTO CITROËN C3 AIRCROSS e AUTOCHENILLE: 100 ANoS DE AVENTURa

Adotando uma silhueta aventureira repleta de atitude e força, o SUV Compacto C3 Aircross é tão confortável em cidade como em estrada. O C3 Aircross convida os fãs da evasão a viver uma nova experiência, graças a seu carácter SUV e à sua tecnologia Grip Control (juntamente com o sistema Hill Assist Descent), garantindo tração em todas as condições (areia, neve, etc). Nova referência no mundo dos SUV compactos em termos de conforto, utilização e vida a bordo, o modelo confirma a sua dinâmica comercial através das mais de 140.000 encomendas registadas desde o seu lançamento em outubro de 2017.

O espírito de aventura do C3 Aircross é parte do ADN da Marca. As décadas de 1920 a 1930 foram marcadas por um gosto pelo exótico. De recordar que em 1922, o Autochenille Citroën B2 modelo K1, também conhecido como Scarabée d’Or (Escaravelho de Ouro), foi um dos 5 primeiros veículos a motor da história a completar a travessia do deserto do Saara, percorrendo 3.500 km. Organizando esta pioneira expedição, André Citroen demonstrava assim, ao mundo, a fiabilidade dos modelos da sua Marca. Esta epopeia humana foi o prelúdio para as famosas cruzadas – Croisière Noire e Croisière Jaune – que se seguiram, em 1924 e 1931.

CITROËN GRAND C4 SPACETOURER E C4F: 100 ANOS DE VIAGENS EM FAMÍLIA

A nova designação comercial “SpaceTourer” que substituiu o anterior “Picasso”, abrange as 2 silhuetas dos monovolumes C4 e Grand C4. São ambos símbolos do engenho e evasão sem limites. Produtos de partilha, permitem que 5 ou 7 pessoas viagem num conforto exclusivo, sob um design moderno, num ambiente tecnológico e com motores de última geração.

Se o C4 SpaceTourer e o Grand C4 SpaceTourer beneficiam ambos do savoir-faire da Citroën em termos de espaço a bordo e de modularidade, no final dos anos 20 do século passado era o Citroën C4 F que fazia prova das características de versatilidade. Familiar por excelência, propunha 5 lugares e detinha um banco traseiro amovível, bem como um vidro traseiro de abertura em duas partes. No final dos anos 90 chegava o Xsara Picasso, antecessor do C4 Picasso, apresentando-se como o primeiro monovolume compacto da Citroën, com os seus 3 bancos traseiros idênticos. Dois anos mais tarde, em 1996, surgia o Berlingo Multispace, criador do segmento dos Veícuilos Multifunções e encanto das famílias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.