Rafael Cardeira acidentado no Rali das Camélias

0

Rafael Cardeira terminou de forma inglória a temporada 2018. A participar no Rali das Camélias, prova que voltava ao panorama dos ralis nacionais após mais de duas décadas de ausência, o piloto do Sporting Clube de Portugal, navegado como habitualmente por André Couceiro, acabou por desistir a uma especial do final, após capotar o Renault Twingo RS.

A prova organizada pelo Clube de Motorismo de Setúbal, que se disputou, como originalmente, nos concelhos de Cascais, Sintra e Mafra, reunindo muitos adeptos do desporto motorizado nas especiais de classificação. Rafael Cardeira, que não quis perder a oportunidade de participar neste evento com história, aproveitava para terminar a temporada de 2018 e manter o ritmo competitivo. Contudo, no decorrer da sexta de sete especiais, acabou por sofrer um aparatoso acidente. “Vínhamos a desfrutar de uma prova disputada num cenário histórico e a divertir-nos quando, numa zona rápida, um excesso de confiança nos levou a entrar com velocidades excessiva numa zona de salto, não conseguindo evitar o despiste e consequente o capotamento após a violenta aterragem. Felizmente o André e eu não tivemos consequências graves e isso é o mais importante”, disse o piloto da Marinha Grande, acrescentando que “não era esta a forma como desejávamos terminar a temporada. Aproveito para dar os parabéns à organização pela ousadia de trazer de volta este tão carismático rali. Consegui sentir a falta que faz uma prova do Nacional de Ralis na região da grande Lisboa.”

Já a pensar na temporada de 2019, Rafael Cardeira confirma que o seu objetivo é dar o salto para uma viatura de categoria superior. “Este percalço em nada altera os nossos objetivos para a próxima temporada, até porque o nosso projeto 2019 já começou a ser discutido com os patrocinadores há algum tempo. Tudo que tínhamos definido é para manter e vamos apostar forte para conseguir subir de categoria. É importante dar uma resposta positiva após um mau momento e nós não vamos facilitar em nada”, explicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.