Pirelli faz o rescaldo do G.P. do Brasil

0
  • Muita acção e diversas estratégias no Brasil
  • Lewis Hamilton vence a corrida e a Mercedes o titulo de construtores
  • A maioria dos pilotos optou por uma paragem sob condições relativamente quentes. Apenas cinco pilotos realizaram duas paragens

Com ultrapassagens do inicio ao fim, como assim diversas alterações pela liderança numa disputa até ao fim, o Brasil proporcionou uma corrida estratégica e empolgante com táticas diferentes das três equipas principais. No total, houve cinco estratégias diferentes nos seis primeiros classificados e muitas outras ao longo da grelha. Lewis Hamilton em Mercedes, venceu a corrida com uma estratégia de uma paragem (Supermacio-Médio), enquanto o Red Bull de Max Verstappen – Líder da corrida até ao embate num carro, optou por Supermacio – Macio, esta também utilizada pelo seu companheiro de equipe, Daniel Ricciardo para recuperar de 11.º devido a uma penalização. A Ferrari foi a unica equipa no Top 10 que iniciou a corrida com pneus macios, com o Kimi Raikkonen a terminar em terceiro com apenas uma paragem para colocar o composto médio, enquanto o seu companheiro, Sebastian Vettel realizou duas paragens e utilizou os três compostos. No final, os quatro primeiros estavam separados apenas por cinco segundos. Outro excelente desempenho veio de Charles Leclerc em Sauber, que utilizou a mesma estratégia do vencedor da corrida ao manter o forte P7 , utilizado na qualificação para terminar o Grande Prémio.

MARIO ISOLA – DIRETOR DESPORTIVO PIRELLI

“ Como esperado, hoje as condições meteorológicas foram quentes, contribuindo para o aparecimento de algumas bolhas. O Brasil foi definitivamente uma das corridas mais divertidas da época, onde a estratégia não foi só crucial mas também variada. Apesar de inúmeras abordagens diferentes, a disputa entre as equipas foi sempre muito renhida e emotiva, sendo exatamente este o sentimento porque todos assistimos à Fórmula 1 – Os pilotos esforçam-se por vencer e não apenas em gerir corridas. A Red Bull e Max Verstappen realizaram uma excelente gestão de pneus, revelando um ritmo consistente ao utilizar os dois compostos mais macios e parando apenas uma vez. Felicito a Mercedes por mais um titulo de construtores, selado também por mais uma vitória de Lewis Hamilton.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.