Dia de emoções fortes nos CSS Grupo 1

0

Depois de um dia de folga, a CSS Group 1 regressou ao Autódromo Internacional do Algarve logo às 8h10 da manhã para a sua primeira corrida do programa do Algarve Internacional do Algarve, entusiasmando todos os espectadores com um duelo empolgante pela vitória. Da parte da tarde, questões mecânicas foram determinantes para o desfecho da prova.

Fernando Gaspar arrancou da pole-position, mas foi surpreendido por Fernando Soares, que no final da primeira volta liderava a corrida de vinte minutos, enquanto que Luis Pedro Liberal, em Volkswagen Golf GTI, mantinha a terceira posição.

Ao longo de quatro voltas, o Campeão Nacional de Grupo 1 de 1981, tudo tentou para desfeitear o seu adversário e assumir o comando, o que acabou por conseguir a três voltas do fim, ultrapassando o Ford Escort RS2000 de Soares com problemas de motor, para colocar o seu no primeiro lugar.

Apesar de ter assinado a melhor volta, o piloto do carro número 516 não conseguiu acompanhar o seu adversário, tendo Gaspar conquistado a vitória na primeira prova da categoria do Algarve Classic Festival.

Liberal, sem conseguir acompanhar os líderes, manteve-se no terceiro posto durante a maior parte da corrida, mas a duas voltas da bandeirada de xadrez foi surpreendido por Afonso Cidrais que, aos comandos do seu Volkswagen Scirocco, realizou uma recuperação notável desde o vigésimo nono posto, assegurando o degrau mais baixo do pódio e o triunfo entre os H81 – 1600.

Luís Sousa Ribeiro, no seu imponente Jaguar XJS, depois de ter garantido a melhor volta na classe H81 – Max durante a qualificação, foi também o mais forte na corrida matinal do CSS Group 1, vencendo a classe ao terminar na quinta posição da geral.

Francisco Cardoso continuou a impor o seu domínio na irrequieta classe 1052, colocando o seu Peugeot 104 ZS na décima primeira posição da geral. Não muito distante do carro francês ficou João Posser, 14ª, que aos comandos do seu Datsun 1200 triunfou entre os concorrentes da Production Class, superiorizando-se a António Mendonça, que fora o mais rápido na qualificação, e a Guillermo Velasco.

Para a segunda corrida, Fernando Mayer Gaspar arrancava da pole-position, tendo ao seu lado Filipe Martins, ambos em Ford Escort RS2000. Porém, as aspirações de ambos teriam um fim prematuro, abandonando o primeiro com problemas de transmissão, ao passo que o segundo terminava a primeira volta nas boxes com dificuldades no motor, voltando à pista muito atrasado.

Sem os dois homens da frente como ameaça, Ricardo Pereira lançou-se para uma corrida solitária, cruzando a linha de meta ao fim de nove voltas com mais de quarenta e três segundos para o Jaguar XJS de Luís Sousa Ribeiro, que venceu entre os H81-Max.

Cerveira Pinto, em Volkswagen Golf GTI, cruzou a linha de meta no quarto posto da geral, no encalço dos Ford Capri de Corrêa, triunfando entre os H81-1600.

Na Production Class, João Posser manteve a sua invencibilidade no Autódromo Internacional do Algarve, superiorizando-se a Jorge Pinto e a Raffa 78. Por seu lado, entre os concorrentes da classe 1052, o Peugeot 104 ZS de Francisco Cardoso assegurou a sua segunda vitória do fim-de-semana, ao terminar em décimo sétimo da geral.

Falta apenas disputar uma ronda da CSS Group 1, no Estoril a 17 e 18 de Novembro, onde se espera mais um fim-de-semana de muitas lutas.

“Tivemos um fim-de-semana importante para solidificar a CSS. Com 31 inscritos aqui no Algarve divididos por várias lutas em pista, demos mais uma mostra como as corridas de Turismo podem ser interessantes”, afirmou Diogo Ferrão, o responsável máximo da Race Ready.

Todos os resultados podem ser verificados na App para Smartphone “Race Ready”, disponível na Apple Store e PlayStore e no website da Race Ready: www.raceready.pt.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.