Oliveira foi segundo e não evitou nova vitória de Bagnaia

0

Ao contrário do que aconteceu na Moto3, onde um grupo lutou pela vitória até a linha de chegada, nas Moto2 Bagnaia largou na frente e conseguiu fugir ao pelotão para alcançar a sua sexta vitória na temporada 2018. Desta forma, o foco ficou para a luta pela segunda posição.

Discreto na qualificação, Miguel Oliveira largou apenas em nono, mas conseguiu uma bela saída para se colocar na luta pela vitória. O #44 precisou de se bater com Mattia Pasini e Marcel Schrotter, mas acabou levando a melhor, ainda que sem conseguir fugir definitivamente dos rivais.

Schrotter ainda tentou chegar ao segundo lugar na última volta, mas ao travar tarde de mais teve de alargar a trajectória, com Miguel Oliveira a recuperar o segundo lugar em que terminou a corrida.

Atrás de Schrotter ficou Pasini, que chegou a ser superado também por Joan Mir, mas o piloto da Marc VDS teve de entregar a posição por conta de uma punição por exceder repetidamente os limites da pista. Lorenzo Baldassarri ficou em sexto, seguido por Fabio Quartararo, Brad Binder, Jorge Navarro e Xavi Vierge.

Álex Márquez caiu mais uma vez, mas desta vez por conta de um incidente com Augusto Fernández, que foi aos boxes da Marc VDS depois da corrida para pedir desculpa ao irmão de Marc Márquez . O #73 recebeu a bandeirada em 18º após voltar à prova.

Com o resultado deste domingo, Bagnaia chegou aos 214 pontos e ampliou para oito a vantagem em relação a Miguel Oliveira. Binder subiu ao terceiro posto, à frente de Baldassarri e Mir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.