José Fontes vence no nacional de ralis na Madeira

0
  • Neste último dia de Rali Vinho Madeira a dupla do Citroën Vodafone Team manteve o andamento, controlando à distância a liderança em termos de Campeonato de Portugal de Ralis, competição para a qual venceu 15 dos 19 troços da prova insular.
  • O Citroën C3 R5 voltou a dar mostras de competitividade e do potencial de evolução que tem pela frente.
  • Campeonato de Portugal de Ralis prossegue nos dias 21 e 22 de Setembro com o Rali Amarante/Baião.

Com a disputa das derradeiras oito especiais que compunham a segunda etapa, chegou ao final a edição 59 do Rali Vinho Madeira, uma das exigentes e, também por isso, mais afamadas provas do Campeonato de Portugal de Ralis. Com 18 especiais devididas por três dias de competição, a jornada organizada pelo Club Sports Madeira contou com a presença do Citroën Vodafone Team representado pela dupla José Pedro Fontes/Paulo Babo e que assegurarm mas uma excelente performance a bordo do novo Citroën C3 R5.

Ciente da exigência deste segundo rali insular da temporada, a equipa preparou com afinco esta viagem à Ilha da Madeira, no sentido de garantir um bom resultado nesta campanha de 2019. Pois a verdade é que o trabalho realizado deu frutos e a equipa não garantiu apenas a vitória “nacional”, mas foi ainda a mais lesta em 14 das 18 especiais do rali, assegurando ainda o segundo pódio consecutivo do ano, depois do segundo posto garantido em Castelo Branco.

José Pedro Fontes afirmava à chegada ao Funchal que “conseguimos alcançar um objectivo importante que foi vencer o rali em termos nacionais e, paralelamente, 15 especiais. Foi uma prova dura, que disputamos de forma empenhada e sempre na tentativa de alcançar melhores resultados em cada especial. Nesta última etapa promovemos algumas mudanças importantes em termos de suspensão, sendo que este é um trabalho que vai ter seguimento, já que estamos permanente focados no desenvolvimento do carro que, como é sabido, é novo e tem ainda muito para afinar. Neste plano há algo que não posso deixar de sublinhar e que passa pelo facto de o carro revelar uma capacidade enormíssima, sendo inquestionável a enorme margem de progressão que revela. Estamos muito satisfeito com o trabalho realizado, com o resultado da prova e agora há pouco tempo de descanso, porque dentro de pouco mais de um mês estaremos de novo em competição.”

O Campeonato de Portugal de Ralis entra agora de férias para regressar nos dias 21 e 22 de Setembro com o Rali Amarante/Baião, organizado pelo Clube Automóvel de Amarante, tratando-se de uma estreia desta prova no Campeonato de Portugal de Ralis, pela primeira vez também em pisos de asfalto.

Classificação Final

1º Alexandre Camacho/Pedro Calado 2h10m21,5s
2º Miguel Nunes/João Paulo a 39,1s
3º José Pedro Fontes/Paulo Babo a 2m10,1s
4º Rui Pinto/Ricardo Faria   a 3m23,6s
5º Ricardo Teodósio/José Teixeira a 3m30,2s

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.