Emoção do Kia Picanto GT Cup marcou Rampa do Caramulo

0
  • Passagem do Kia Picanto GT Cup pela emblemática Rampa do Caramulo foi (mais) um sucesso;
  • Miguel Abrantes (Pro) e Mariano Pires (Júnior) triunfaram na Corrida 2, disputada este domingo;
  • Sob sol e chuva, a competição organizada pela CRM Motorsport e Kia Portugal foi a grande atração do fim de semana.

Sucesso absoluto. A estreia do Kia Picanto GT Cup na Rampa do Caramulo foi mais um momento importante para o troféu monomarca organizado pela CRM Motorsport e pela Kia Portugal. Nao só o race village da competição se tornou um local de passagem obrigatório, pela animação e pelo colorido do espaço, como o pelotão de 18 pilotos presentes, divididos pelos 14 Kia Picanto GT Cup, deu grande espetáculo sob sol e chuva.

Explorar os limites dos 2,8 quilómetros do traçado do Caramulo – com inclinação média de 7,3 por cento – foi um desafio que motivou todo o pelotão, onde se contavam vários estreantes absolutos.

O dia de domingo ficou marcado pelo frio e pela chuva, que apareceu minutos antes do início da segunda subida de treinos, terminaria da melhor forma para Miguel Abrantes. Depois de ter sido o segundo classificado da categoria Pro no sábado, a apenas 0,3s do vencedor Hugo Araújo, o piloto de Águeda foi o mais rápido na derradeira subida do fim de semana, triunfando na Corrida 2 e completando uma estreia de sonho no Kia Picanto GT Cup. “De facto, melhor estreia era quase impossível”, apontou Miguel Abrantes após receber o troféu de vencedor. “O facto de ter sido dos últimos pilotos a partir acabou por jogar a meu favor mas dei tudo e ainda apanhei alguns sustos. Ganhar é sempre uma sensação fantástica, seja em que carro for. Gostaria de completar a época neste Troféu espectacular mas isso vai depender dos apoios que conseguirmos”, afirmou.

Outro piloto da região de Aveiro, João Miguel Santos, também esteve em destaque na Corrida 2 e teve o melhor tempo da subida até aos instantes finais, sendo apenas superado por Miguel Abrantes. Um resultado que deixou o piloto apoiado pelo concessionário Corvauto “muito satisfeito pois tivemos um fim de semana em crescendo. Como quase todos os pilotos, ainda tive duas escorregadelas na última subida porque o piso estava muito molhado em alguns pontos. Consegui controlar o carro mas poderia ter feito um tempo ainda melhor. Sabe bem subir ao pódio numa rampa com tanta tradição”, afirmou João Miguel Santos, que tinha sido sexto classificado dos Pro no dia de sábado.

O jovem Mariano Pires voltou a ser o mais rápido da categoria Júnior e só terminou atrás dos Pro Miguel Abrantes e João Miguel Santos. Vindo do Karting, Mariano Pires admite estar “cada vez mais adaptado aos automóveis e este fim de semana queria mesmo lutar pelos primeiros lugares absolutos. Correu tudo bem, fomos os mais rápidos da Júnior e isso deixa-nos em boa posição no Troféu”, afirmou o piloto de Ponte de Lima, que reforçou o comando da categoria.

Hugo Araújo, piloto apoiado pelo concessionário Cardan e que tinha sido o mais forte no sábado, voltou a subir ao pódio da categoria Pro, apesar de ter apanhado o asfalto bastante molhado por ter sido um dos primeiros a partir para a subida oficial. O vila-realense Francisco Marrão esteve ainda melhor do que no sábado, aproveitando a chuva para conseguir o quarto lugar dos Pro, depois de no sábado ter sido oitavo na categoria.

Uma das agradáveis surpresas da Corrida 2 foi o estreante Francisco Esperto Jr., que partilhou o Kia Picanto com o seu pai e que terminou no top 5 da categoria Pro. “Foi uma experiência muito divertida e fiquei com vontade de repetir”, referiu o piloto apoiado pelo concessionário Auto Avenida.

Outro estreante absoluto no Troféu foi Filipe Paiva, convidado VIP desta prova , gestor de Pós-Venda da Kia Portugal, que pôde experimentar as emoções do Kia Picanto GT Cup e que logrou um positivo sexto lugar entre os Pro.

O jovem Rui Silva, um dos vencedores do Kia Racing Oporttunity, subiu ao pódio da categoria Júnior (segundo lugar) e lamentou apenas “um pião na subida oficial, pois vinha com um bom ritmo e queria lutar pela vitória. Ainda assim, foi mais uma aprendizagem incrível”, afirmou o piloto de Porto Alto, que também fez a sua formação no Karting.

O pódio da categoria Júnior ficou completo com Guilherme dal Maso, que voltou a revelar um potencial promissor e que por milésimos de segundo ficou imediatamente na frente de Leonor Espinhal, a piloto apoiada pelo concessionário Univex, que esteve em destaque no sábado.

O experiente Aníbal Rolo teve uma estreia positiva no Kia Picanto GT Cup e terminou no sétimo lugar dos Pro, logo na frente de outro estreante absoluto no Troféu, José Madeira, piloto apoiado pelo concessionário SGS Car. Mais azarados estiveram Hugo Marcos e Nuno Caetano, atraiçoados pelo piso muito escorregadio da derradeira subida, completando a classificação da categoria Pro.

No final do dia de domingo, João Seabra (diretor-geral da Kia Portugal, fez um balanço positivo da passagem pela Rampa do Caramulo: “Este é um evento cheio de história e de público. Os Kia Picanto GT Cup estiveram simplesmente impecáveis, em qualquer condição, seja chuva ou sol. E, acima de tudo, voltou a ficar bem visível o impacto que o Troféu tem nos adeptos do desporto automóvel”, referiu João Seabra.

Um sentimento partilhado por Tiago Raposo Magalhães, o responsável máximo da CRM Motorsport: “Tivemos condições muito diferentes ao longo destes dois dias mas carros e pilotos corresponderam em pleno. No sábado, tivemos os quatro primeiros classificados separados por 0,9s e no domingo tivemos novos protagonistas na luta pela vitória, o que é sempre bom para a competitividade do troféu. Em suma, foi mais uma aposta ganha do Kia Picanto GT Cup”, referiu.

A quarta prova oficial do Troféu Kia Picanto GT Cup será o Racing Weekend no Circuito de Braga, agendado para o fim de semana de 15 e 16 de setembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.