Sebastian Vettel vence corrida espectacular em Silverstone

0

O GP da Inglaterra foi um dos melhores de toda a temporada 2018 da F1. A prova deste Domingo teve de tudo um pouco: grandes disputas, alguns acidentes, intervenções do safety-car e dois embates diretos entre Mercedes e Ferrari. A festa estava toda preparada para o dono da casa, Lewis Hamilton, que caiu para último após o toque com Kimi Räikkönen no começo. Mas após uma reação espetacular, o britânico conseguiu até ficar perto da vitória. Mas Sebastian Vettel tirou proveito não apenas do incidente com seu maior rival, mas também da melhor estratégia traçada pela Ferrari ao ter feito um segundo pit-stop após a batida envolvendo Romain Grosjean e Carlos Sainz. Grandiosa vitória do alemão na casa de Hamilton, com Kimi Räikkönen a completar o pódio.

A vitória de Vettel em Silverstone foi a 51ª da sua carreira, feito que o fez igualar outro tetracampeão, Alain Prost. Uma conquista ainda maior por conta de todas as dores no pescoço sofridas por Vettel desde sábado. Mas Hamilton também tem muitos motivos para comemorar depois de se ver no fundo do pelotão, conseguir reagir e salvar pontos importantes e minimizar o estrago no começo da corrida para finalizar em segundo, à frente de um Räikkönen em grande forma.

Menção honrosa também para Valtteri Bottas, que assim como Hamilton, seguiu uma estratégia de uma paragem traçada pela Mercedes. Assim, tanto o finlandês como o britânico resistiram no fim com pneus médios já gastos contra os Ferrari de pneus macios e mais novos. Com uma grande pilotagem, Bottas se defendeu muito bem dos ataques de Vettel quando liderava, na reta final da corrida, mas não conseguiu evitar a ultrapassagem do alemão, que partiu para uma vitória triunfal na terra do rival.

Daniel Ricciardo terminou em quinto depois de ver o companheiro de Red Bull, Max Verstappen, desistir com problemas no seu carrro. Nico Hülkenberg, outro que teve um grande desempenho com a Renaut, foi o sexto, à frente do Force India de Esteban Ocon e do McLaren de Fernando Alonso. Kevin Magnussen, da Haas, foi o nono, enquanto Pierre Gasly voltou a pontuar com a Toro Rosso e foi o décimo.

Classificação Final:

1-Sebastian Vettel-Ferrari-52 Voltas
2-Lewis Hamilton-Mercedes-+2.264
3-Kimi Räikkönen-Ferrari-+3.652
4-Valtteri Bottas-Mercedes-+8.883
5-Daniel Ricciardo-Red Bull Tag Heuer-+9.500
6-Nico Hülkenberg-Renault-+28.220
7-Esteban Ocon-Force India Mercedes-+29.930
8-Fernando Alonso-Mclaren Renault-+31.115
9-Kevin Magnussen-Haas Ferrari-+33.118
10-Pierre Gasly-Toro Rosso Honda-+34.129
11-Sergio Pérez-Force India Mercedes-+34.708
12-Stoffel Vandoorne-Mclaren Renault-+35.774
13-Lance Stroll-Williams Mercedes-+38.106
14-Sergey Sirotkin-Williams Mercedes-+48.113
15-Max Verstappen-Red Bull Tag Heuer-+6 Voltas
16-Romain Grosjean-Haas Ferrari-+13 Voltas
17-Carlos Sainz Jr-Renault-+13 Voltas
18-Marcus Ericsson-Sauber Ferrari-+19 Voltas
19-Charles Leclerc-Sauber Ferrari-+32 Voltas
20-Brendon Hartley-Toro Rosso Honda-+51 Volta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.