André Pires cai quando lutava pelo comando

0

Depois de qualificar bem para a corrida de Superbike, a cerca de 0,8 do tempo da pole, André Pires arrancou da quarta posição da grelha decidido a lutar por um lugar no pódio, apesar da presença do piloto do Mundial de Supersport Sheridan Morais, um sul-africano luso-descendente e de um Tiago Magalhães regressado em forma.

Logo à segunda volta, quando Ivo Lopes comandava e André lutava com Sheridan pelo segundo lugar, o piloto da Fast Bike errou na curva VIP do circuito e acabou por cair de forma aparatosa.

Embora a Yamaha R1 com as cores da Fast Bike e Beauty Machine só sofresse estragos mínimos, – um poisa-pés e manete danificados -, a corrida acabaria ali para Pires, vindo Tiago Magalhães a herdar o terceiro lugar que este detinha até à queda e Ivo Lopes a ganhar à geral.

“Estava com mais confiança na moto, mas no calor da luta, era fácil cometer um deslize… agora, resta esperar pela próxima!” – disse André Pires.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.