Primeiros títulos no nacional de Motocross em Alqueidão – Velocidades

Primeiros títulos no nacional de Motocross em Alqueidão

0

Num Domingo de céu carregado e alguma chuva a tornarem a terra vermelha do Crossódromo do Alqueidão a penúltima ronda do campeonato nacional de motocross consagrou já os primeiros campeões nacionais do ano 2018.

Naquela que foi a 15ª recepção no icónico traçado ao campeonato nacional de motocross estiveram em pistas as classes MX1, MX2 e Iniciados e no final desta penúltima ronda do ano – o campeonato termina no próximo Domingo em Carrazeda de Ansiães – Luis Correia assinou o seu 16º sexto título nacional, o 12º nas classes séniores, ficando a apenas um do recorde que está nas mãos do flaviense Hugo Santos. Ao vencer as corridas MX1 e Elite Luis Correia estreou-se igualmente a vencer nas categorias principais do campeonato pois anteriormente tinha ganho apenas em MX2.

No arranque para a corrida principal – Elite – foi Luis Oliveira o mais lesto no momento da queda da grelha de partida, deixando a primeira curva na frente do pelotão. Ainda na volta de abertura perdeu a posição e foi Luis Correia quem assumiu o comando do pelotão de 32 pilotos, posição essa que não mais largou até ao final das 19 voltas realizadas. De regresso ao campeonato apenas para esta ronda – a preparar o final de temporada no enduro – João Vivas recuperou da quarta posição onde estava no final da primeira passagem aos 1520 metros do traçado até ao segundo posto na sétima volta depois de passar Luis Oliveira na quarta e Pedro Carvalho na sétima passagem pela linha de meta. Vivas não mais largou o degrau intermédio de pódio terminando com 22 segundos de atraso face a Correia e na frente de Luis Outeiro, o melhor em MX2 que passou Luis Oliveira antes da 10ª passagem pela meta. Oliveira acabou a corrida na quarta posição na frente de Pedro Carvalho, o último piloto a efectuar o mesmo número de voltas que o vencedor.

Luis Correia assegurava assim a quinta vitória do ano, a quarta consecutiva, o que lhe garantiu de imediato o título nacional na classe maior depois de ter conseguido vencer a corrida MX1, classe onde renova o título que tinha conquistado em 2017. No MX2 Junior também Luis Outeiro – que jogou em casa neste Domingo – assegurou o título ao manter a invencibilidade na classe, o mesmo se passando com Rodrigo Luz no MX2 2 Tempos. Fica apenas por decidir o título na classe MX2 com Luis Outeiro a levar para a ronda de fecho de época 35 confortáveis pontos de vantagem sobre André Sérgio, prevendo-se um intenso duelo entre os dois jovens pilotos.

Nos Iniciados vitórias divididas nas mangas entre Ruben Ferreira e Alex Almeida, com este a conseguir mesmo a sua primeira vitória do ano na classe subindo ao degrau mais alto do pódio ao lado de Ruben Ferreira e Afonso Gomes. Com 100 pontos ainda por discutir este campeonato tem quatro pilotos separados por uma margem inferior ao que falta ainda discutir o que deixa antever um excelente final de temporada.

Classificações
Iniciados
Campeonato Iniciados
MX2 Junior
Campeonato MX2 Junior
MX2 2 Tempos
Campeonato MX2 2 Tempos
MX2
Campeonato MX2
MX1
Campeonato MX1
Elite
Campeonato Elite

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.