Duas dezenas na estreia da Peugeot Rally Cup Ibérica 2018

0

São 21 duplas de pilotos que se apresentam à partida do Vodafone Rally de Portugal para a jornada inaugural da edição 2018 da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA. Aos comandos dos competitivos 208 R2, têm pela frente uma exigente primeira parte da prova portuguesa do WRC, composta por 9 Especiais.

Iniciativa que dá início a um novo capítulo na história dos ralis na Península Ibérica, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA leva pilotos e máquinas para o norte do País, centro nevrálgico do Vodafone Rally de Portugal, para o seu primeiro evento.

Com experiências diversas, mas dotados de armas idênticas – os Peugeot 208 da categoria R2 (Grupo RC4) – todos se perfilam para levar vencer este 1º round que se desenrolará ao longo dos dois primeiros dias da prova portuguesa do WRC. A estrutura desta jornada de abertura inicia-se na quinta-feira com a especial espetáculo do Circuito de Lousada (3,36 km), para, na manhã do dia seguinte, os pilotos enfrentarem três exigentes classificativas, de desenho mais convencional – Viana do Castelo (26,73 km), Caminha (18,11 km) e Ponte de Lima (27,54 km) – palcos que serão, de novo, visitados à tarde. Esta primeira batalha da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA terá o seu epílogo na também dupla passagem pela Super Especial Porto Street Stage (1,95 km), desenhada na baixa portuense.

“É muito elevada a expectativa em torno da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, iniciativa idealizada pela Peugeot Portugal e Peugeot Espanha, com o apoio da Sports & You em termos de organização, preparação e logística”, refere José Pedro Fontes, responsável por este inédito troféu monomarca, que se dividirá por ambos os países. “A enorme aceitação e adesão que tivemos, assim que anunciámos a realização da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA no final do ano passado é elucidativa do sucesso que antevemos já neste ano de arranque. Juntaram-se em torno desta competição 21 formações, não só portuguesas e espanholas, como até britânicas.”, acrescentou.

BATALHA IBÉRICA COM UM ACCENT BRITÂNICO

De acordo com a Lista de Inscritos disponibilizada pelo ACP Motorsport, organizador do Rally de Portugal, perfilam-se, assim, os 21 Peugeot 208 R2 desta primeira prova da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA:

Piloto Co-Piloto País
110 Nabila Tejpar Richard Bliss Inglaterra
111 Cameron Davies Max Freeman Inglaterra
112 Roberto Blach Nunes Jose Murado Gonzalez Espanha
113 Hugo Lopes Alberto Silva Portugal
114 Paulo Moreira Marco Macedo Portugal
115 Francisco Dorado Vizcaíno Roi Terrente Perez Espanha
116 Pedro Antunes Paulo Lopes Portugal
117 Daniel Pereira Nunes Rui Raimundo Portugal
118 Ivan Medina Herrera Yeray Mujica Eugenio Espanha
119 Juan Manuel Maná Borja Odriozola Espanha
120 Ricardo Sousa Luis Marques Portugal
121 Josep Bassas Manuel Munoz Espanha
122 Joao Alves José Rodrigues Portugal
123 Rui Carvalho Jorge Carvalho Portugal
124 Jan Solans Balbo Mauro Barreiro Zas Espanha
125 Diogo Gago Miguel Ramalho Portugal
126 Ramon Cornet Dani Noguer Espanha
127 Alberto San Segundo Juan Luis Garcia Portugal
128 Miguel Lobo Paulo Marques Portugal
129 Diogo Soares Luís Rodrigues Portugal
130 Álvaro Pérez Abeijon Brais Miron Carnes Espanha

 

Beneficiando do apoio dos parceiros técnicos Pirelli e Total, e contando com a experiência e a dinâmica da Sports & You como parceiro técnico e logístico da iniciativa, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA arranca, assim, da melhor forma para pilotos e organizadores, sem deixar de realçar a mais-valia que representa para o público aficionado ibérico.

O PEUGEOT 208 R2

A máquina de competição deste projeto é o Peugeot 208 R2, modelo que tem demonstrado, nos vários campeonatos e troféus em que participa, ser uma das máquinas mais competitivas da categoria R2.

Criação com assinatura Peugeot Sport e utilizado em diferentes troféus de ralis, o 208 R2 recorre, entre outras soluções, a um motor de 1.598 cc com uma potência máxima de 185 cv às 7800 rpm, caixa sequencial de 5 velocidades de comando mecânico e travões de disco ventilados.

OS PRIMEIROS 20.000 EUROS EM JOGO

Um dos aliciantes da competição é uma valiosa lista de prémios a atribuir em todas as provas que compõem a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA. Destinada a promover a entrada nos ralis de jovens pilotos que, com recursos financeiros mais limitados, têm nos apoios pecuniários uma ajuda importante na composição dos seus orçamentos para a época, este Vodafone Rally de Portugal distribuirá 20.000 Euros em prémios.

Os pilotos que terminarem esta 1ª prova nos lugares do pódio recebem, respetivamente, 5.000, 4.000 e 3.000 Euros, dividindo-se o restante montante pelo top-10, de acordo com o Regulamento Particular do troféu. Será ainda entregue um prémio de 1000 Euros ao piloto Junior que obtiver a melhor classificação (idade inferior a 27 anos), acumulativo ao valor que vier a conquistar em termos da geral. A atribuição dos montantes é feita em 50% em valor pecuniário e 50% em vouchers de Peças Peugeot.

Como corolário para o piloto com mais pontuação no cômputo dos 6 ralis da presente temporada, recorde-se que o Prémio Final a atribuir ao vencedor da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2018 é o acesso ao volante de um modelo da categoria R5 num rali de 2019 da Península Ibérica, a indicar oportunamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.