Honda estabelece novo recorde em Magny-Cours

0
  • Novo recorde com um automóvel de tração dianteira no circuito Magny-Cours GP, com 2 minutos de 1,51 segundos.
  • O piloto do WTCR, Esteban Guerrieri, alcança novo recorde na versão de produção do Civic Type R, utilizando pneus de estrada.
  • Recorde reforça ainda mais a posição do Civic Type R como referência da classe.
  • O “Type R Challenge 2018” tem o objetivo ultrapassar os recordes de 5 circuitos lendários Europeus.

Após a estreia do Honda Civic “Type R Challenge 2018” no Salão Automóvel de Genebra, o hatchback de alto desempenho definiu um novo recorde de volta em circuito de 2 minutos e 1,51 segundos para um automóvel de produção com tração dianteira, no circuito Magny-Cours GP em França. O Type R foi conduzido por Esteban Guerrieri, piloto do WTCR, que está a competir na FIA World Touring Car 2018 com um Honda Civic TCR da Münnich Motorsport.

O circuito Magny-Cours GP é uma pista de 4,4 km com uma mistura de curvas lentas, seções de retas longas e de alta velocidade. O motor VTEC TURBO de 2.0 litros otimizado do Civic Type R oferece 320 cv e 400 Nm de binário e o seu potente desempenho ajudou Guerrieri a explorar o caráter da pista. A aerodinâmica do automóvel, com o melhor equilíbrio entre elevação e resistência, foi perfeitamente adequado ao circuito francês. No modo +R do Civic Type R, o Sistema de Amortecimento Adaptativo produz uma condução mais firme, mais graduada e de maior agilidade em alto desempenho.

Sobre o recorde da volta, Esteban Guerrieri referiu: “O melhor sobre o Type R é que nos dá confiança. É muito responsivo e oferece um excelente feedback. As pessoas apelidam o Type R de hothatch e provamos hoje que realmente o é; este automóvel continua a impulsionar os limites do que é possível a partir da tração dianteira.”

Acerca da flexibilidade do Type R como automóvel de estrada e pista, Guerrieri acrescentou: “A espetacularidade é que poderíamos usar o modo +R na pista e depois mudar para o modo Comfort e conduzir até casa”.

O tempo de referência representa o primeiro sucesso no “Type R Challenge 2018”, que fará com que uma equipa de pilotos de corrida da Honda tente ultrapassar recordes de automóveis de produção de tração dianteira, com uma versão de produção específica do Civic Type R, em lendários circuitos europeus.

Um desafio semelhante em 2016 permitiu à Honda estabelecer tempos de volta de referência no Estoril, Hungaroring, Silverstone e Spa-Francorchamps, usando o Civic Type R da geração anterior. Para o desafio de 2018 – para além do novo recorde no Magny-Cours – a Honda pretende ultrapassar os tempos estabelecidos nestes quatro circuitos.

A formação dos pilotos para as tentativas de novo recorde, de circuito, no “Type R Challenge 2018” incluirá o antigo Campeão do Mundo de Fórmula 1 e atual piloto do NSX Super GT Jenson Button (Reino Unido), Tiago Monteiro (Portugal), Bertrand Baguette (Bélgica) e o lendário do BTCC Matt Neal (Reino Unido).

O novo tempo de referência para o circuito de Magny-Cours é o segundo recorde a ser alcançado pelo novo Honda Civic Type R. Em abril de 2017, um automóvel em desenvolvimento de produção tornou-se o automóvel de tração dianteira mais rápido da Nürburgring Nordschleife, com um tempo de volta de 7 minutos 43.8 segundos.

O novo Honda Civic Type R mantém a herança da geração hatchback de alto desempenho da Honda e é o automóvel de tração dianteira mais rápido da categoria. O mais recente automóvel a ostentar o famoso ‘H vermelho’ faz parte do novo programa de desenvolvimento do Civic, da décima geração – o maior da história da Honda – e foi desenvolvido para oferecer a condução mais agradável no segmento hothatch, tanto na estrada como em pista. O Novo Honda Civic Type R incorpora um chassis leve, altamente rígido, baixo centro de gravidade e um sofisticado sistema de suspensão dianteira de eixo duplo, que reduz a direção de viragem e aperfeiçoa as curvas no limite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.